sábado, 3 de setembro de 2011

A minha relação com a comida

entretanto aqui estou eu para ver se por escrito consigo que a minha cabeça fique mais tranquila. quer dizer, estou bem melhor do que o que era.

sou uma mulher confiante mas tenho um grande problema que nunca consegui resolver nem ultrapassar na minha vida.

é a minha relação com a comida.

acho que este problema condiciona muitas coisas na minha vida.

para mim a minha relação com a comida tem só dois sentidos. ou tudo ou nada. ou como tudo e mais alguma coisa, animalescamente ou depois quando engordo não como nada para emagrecer.

quando emagreço acho que já posso voltar a comer tudo outra vez e aí vou eu e como uma desalmada.
gosto muito de comer, gosto muito de beber. gosto muito de estar com os meus amigos a jantar fora e a beber noite dentro. e não tenho meio termo.

quando estou mais magra e depois de ter emagrecido não me sei controlar. começo a comer outra vez.
em vez de aprender a manter o meu peso só sei engordar e emagrecer. tanto posso pesar 80kg como 65 kg. O meu peso oscila muito e todos os dias. Faço retenção de líquidos, incho como um balão. tenho prisão de ventre.

Em vez de ver a comida como alimento, como combustível para viver vejo a comida como uma adição. sou viciada em comida e esse é o meu grande problema. Se estou triste, como. Se estou feliz como. Se quero tirar stress de cima, como. Qualquer desculpa é uma boa desculpa para comer e comer muito e muitas vezes muitas porcarias.

A verdade é que cheguei das férias e pesei-me. e, claro, engordei. comi e bebi muito. todos os dias. comi doces e gelados todos os dias. comi muito pão, muito enchido, muito frito, muita carne, muito arroz, muita massa. estraguei tudo.

E agora estou na fase de não comer nada. nem um grão de arroz nem um cotovelinho em massa. nem uma batata frita. peso 76 kg. Tenho que emagrecer 8/10 kg. E vou conseguir. Mas tenho que aprender a não voltar a engordar outra vez e gostava de saber como é que isso se faz. O díficil para mim não é emagrecer (mas custa de caraças). o difícil é manter. o difícil é não voltar engordar.

E por ser assim instável acho que a minha vida é afectada por isso. Como estou numa de emagrecer não vou jantar a casa de ninguém nem a nenhuma festa porque se for ou como tudo ou não como nada. não sou capaz de só picar uma coisa outra e como não quero engordar ou não saio de casa ou recuso convites ou mesmo nem toco numa migalha.

Assim vou-me servir do blog para fazer um trabalho diário e disciplinado.

Hoje é dia 3 de Setembro. Peso 76 kg. Vou fazer pelo menos uma actualização semanal para escrever o que funcionou e o que não funcionou e publicar o meu peso.

Quarta feira vou fazer uma avaliação no ginásio. Quarta feira vou publicar as minhas medidas e peso.

E, já agora, estou toda partida da ginástica. Já fui 2 vezes no mês de Setembro. A minha meta são, pelo menos, 3 vezes por semana.

Wish me luck. Desejem-me força e motivação. Ajudem-me a acreditar mais em mim nesta campo porque em todos os outros da minha vida eu acredito e sou confidente.

Já agora, sou muito gira. e sei que sou e gosto muito de mim.

3 comentários:

Cacarol disse...

A beleza das pessoas não tem,ou não devia ter,nada a ver com o seu peso...Beijinhos e força*

Sei Lá! disse...

obrigada caracol! muito obrigada!

beijos e obrigada por vires ao meu novíssimo blog!

gasparzinha (susana gomes) disse...

Na verdade, o peso não pode ter tanto "peso" na nossa vida.
Mas importante mesmo é a saúde, a nossa auto-estima e bem estar.
A única forma de perder peso e manter é mesmo fazer uma reeducação alimentar. Comer de forma saudável, variada e equilibrada, sem excessos e com muito exercício físico. As pessoas tendem a fazer exercício apenas por motivos estéticos; eu sou totalmente viciada, mas pelos efeitos que tem na mente, é libertador. Não vivo sem as minhas corridas!
E é praticando desporto e alimentando-nos bem que conseguimos o ponto de equilíbrio que nos dá o bem estar necessário para retirarmos do peso a importância que ele não tem.
:)

Bjs e força. Lá no No Soup tenho imensas sugestões saudáveis que te poderão ajudar nesta etapa.